Bióloga News: A escova que limpa seus dentes pode poluir o meio ambiente

As escovas dentais são indispensáveis para fazer a manutenção da saúde bucal. Porém, por serem fabricadas a base de plásticos, demoram muitos anos para se degradarem, gerando um grande impacto ambiental. Você já pensou na sua pegada ecológica após o descarte da sua escova de dentes?

Pensando que o recomendado por cirurgiões dentistas, é a troca das escovas a cada três meses e levando em consideração que cada escova dental pesa em torno de 16g, em um ano são geradas 1920 toneladas de lixo polimérico com escovas dentais no Brasil.

Segundo a cirurgiã dentista Daniela Yano atualmente algumas marcas já vêm comercializando escovas dentárias consideradas biodegradáveis, porém como a maioria apresenta cerdas que possuem em sua composição o carvão ativado, ainda não têm sido recomendadas pelos dentistas. Em termos de sustentabilidade quando se trata destas escovas, se recomenda que as cerdas sejam cortadas e descartadas em lixo reciclável e apenas o cabo descartado em lixo comum ou até mesmo enterrado, pois apenas o cabo, composto por bambu, é de fato biodegradável.

Assim, as escovas dentais de bambu tornam-se uma alternativa sustentável. Aqui em Natal a cirurgiã-dentista Isabel Scott além de estimular a saúde bucal de seus pacientes, promove a sensibilização ambiental. A dentista entregou a seus pacientes escovas de dente a base de bambu, ou seja, biodegradáveis. Uma alternativa para estimular o consumo consciente sem desvalorizar o cuidado com a saúde e o bem-estar.



Em Natal já é possível adquirir as escovas de bambu com o pessoal da Alkymistic. O Kit de 4 escovas veganas com cerdas de nylon feitas a partir da mamona, fabricada com madeira de bambu certificada é 95% biodegradável. 


Outro local em que você pode adquirir as suas escovas de bambu, é na Bambu Natal (R$10). De acordo com a loja as escovas são fabricadas com bambu e as cerdas são de nylon - ambos biodegradáveis.

Um xero no coração.


Comentários

Postagens mais visitadas