Pular para o conteúdo principal

Game gratuito de fisiologia e anatomia


O game gratuito de fisiologia e anatomia é um achado científico. Moro et al (2020) publicaram agora em agosto na revista Advances in Physiology Education um artigo comparativo sobre o ensino tradicional e através do uso de jogos (games). O jogo foi desenvolvido pelo Dr. Christian Moro da Faculdade de Ciências da Saúde e de Medicina da Bond University (Austrália).


O jogo intitulado The King's Request: Anatomy and Physiology Revision Game está disponível gratuitamente para diversas plataformas e sistemas operacionais. A interface do jogo lembra muito os antigos jogos de RPG, ala Final Fantasy (adorooo!!!). Você pode achar super complicado jogar porque é inglês, mas que nada !!! Abre o google translate no seu navegador para traduzir alguma palavra antes de eliminar um zumbi.

Outra arma potente do jogo são os manuais ou text books, isso mesmo! livros, ou mesmo suas anotações podem ajudar a combater os inimigos do reino, salvar os cidadãos e ainda revisar lindamente anatomia (macro e microscópica) e de quebra fisiologia!! Na real, queria uma jogo desses na minha época de graduação. 

O autor Dr. Christian descreve em seu canal que esse jogo é para aqueles que tem interesse em estudar o corpo dos cursos da área da saúde como farmácia, ciências biológicas, medicina, enfermagem e biomedicina. Além de ser uma ótima ferramenta de revisão para os alunos no final do curso, é um suporte de ensino-aprendizagem para os alunos dos anos iniciais (1-2 ano). Incrível como o conhecimento integrado, básico-clínico, podem salvar um reino, não é? (pensem nisso)

Ficou com vontade de jogar, não é? Seguem os links para você se aventurar nessa jornada. Mas lembre-se de se equipar bem com as armas poderosíssimas: Livro, anotações, atlas de anatomia e histologia, artigos e todo tipo de solução que te faça relembrar de conceitos teóricos e práticos. Não pense que alho mata vampiro nesse reino.

Versão online - para todos os dispositivos (AQUI)
Versão para Download STEAM - Windowns PC, Apple iOS e Linux (AQUI)
Versão para Download - Microsoft Store, Windows 10, Windows Mobile (AQUI)
Versão para Download Google Play - Android Tablet, Android Phone (AQUI)


Boa aventura!

Até o próximo post, e não esquece de comentar e compartilhar com os amigos.
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bióloga de Salto

  O Blog Bióloga de Salto surgiu em 2009 com a missão de desvincular o esteriótipo social imposto às biólogas (pesquisadoras do lab ou do campo) que escolheram estudar a vida, em toda a sua complexidade. Sem perder o salto, essa nova versão 2.0 do Bióloga será um novo espaço para o diálogo científico e feminino, já a sua máscara de cílios não define o seu poder cognitivo. Espero que você também possa compartilhar suas experiências de bancada e de make aqui comigo.

Ciência (anti)empática

  Nesses últimos dias tenho observado e conversado com diferentes colegas pesquisadores mundo a fora, e ao que parece, a empatia está na lista vermelha de espécies em extinção.   Escutar e se colocar (verdadeiramente) no lugar do outro é uma utopia escancarada nas redes sociais, mas que na prática refutam o óbvio (não dogmático) científico. Será que a sociedade tem empatia pelo cientista/pesquisador? Será que nossa sociedade está entendendo e se coloca no lugar dos pesquisadores? A pandemia do vírus Sars-Cov-2 está ai para servir de bancada para todos, inclusive para própria sociedade. Ao ser descoberto pelo médico oftamologista Li Wenliang da cidade de Wuhan em dezembro de 2019, a sociedade o silenciou (e infelizmente isso custou sua própria vida). Logo após, ser considerado um novo vírus com alta taxa de contagio, a sociedade decretou vida normal inclusive dos países com grande fluxo turístico, como a Itália (não preciso reavivar a memória das imagens). Ao chegar ao Brasil em 48 h

E nem sossegarei

  Nessa semana que passou finalmente conheci a Gabriela Prioli (nunca tinha visto só ouvido falar!) e a Rita Von Hunty. Personalidades diferentes, mas com um intelecto curioso e ávido por respostas. O que elas têm em comum? Além de professoras e com expertise em política, dentre outras coisas... O hábito da leitura.   A live da Gabriela Prioli para o perfil da digital influencer Silvia Braz ( Clica AQUI ) foi um espetáculo literário no qual não paro de pensar. A advogada durante a live deixou muito claro que a diversidade de estilos literários, autores, temas e áreas ajudaram em seu processo de construção intelectual. A prática da leitura para muitos ainda é vista como algo “chato e tedioso”. Por outro lado, pode ser também um hobby, só que não está acessível a todo mundo. A internet possibilita o acesso aos mais diversos livros em distintos formatos (audiobooks, .pdf, ebook, etc.) e idiomas e em qualquer parte do globo. Porém, em nosso país 45, 960 milhões de pessoas (25% da popul