Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2020

Game gratuito de fisiologia e anatomia

O game gratuito de fisiologia e anatomia é um achado científico. Moro et al (2020) publicaram agora em agosto na revista Advances in Physiology Education um artigo comparativo sobre o ensino tradicional e através do uso de jogos (games). O jogo foi desenvolvido pelo Dr. Christian Moro da Faculdade de Ciências da Saúde e de Medicina da Bond University (Austrália). O jogo intitulado The King's Request: Anatomy and Physiology Revision Game está disponível gratuitamente para diversas plataformas e sistemas operacionais. A interface do jogo lembra muito os antigos jogos de RPG, ala Final Fantasy ( adorooo!!!) . Você pode achar super complicado jogar porque é inglês, mas que nada !!! Abre o google translate no seu navegador para traduzir alguma palavra antes de eliminar um zumbi. Outra arma potente do jogo são os manuais ou text books, isso mesmo! livros, ou mesmo suas anotações podem ajudar a combater os inimigos do reino, salvar os cidadãos e ainda revisar lindamente anatomia (macr

E o que é vida para você?

Eu começo essa crônica fazendo uma pergunta, caro leitor: O que é vida para você? Bom, você pode até pensar; “Nossa que pergunta tola.” Mas, isso tem atormentado os meus pensamentos desde o início da graduação em ciências biológicas. Como bióloga, eu sou uma profissional que estuda sobre a complexidade da vida em seus misteriosos aspectos. Para alguns de vocês, biólogos ou não, é a capacidade do ser realizar um ciclo de vida completo: nascer, crescer, reproduzir e morrer. Já outros podem responder que se o coração está batendo, ele está vivo. Como também haverá aqueles que responderão, o coração pode bater, mas senão há atividade cerebral não está vivo. Além disso, também podem pensar que uma célula já é um ser vivo, como uma bactéria unicelular, que é capaz de realizar seu ciclo de vida, ou ainda, um espermatozoide. Então nesse caso, outras pessoas podem responder que o zigoto (resultado da fertilização do ovócito secundário e do espermatozóide 1 ), já é um ser vivo. Essa teoria surg

O melanócito no banco do réu

Para começar a escrever hoje eu preciso voltar no tempo biológico, na origem da vida (calma não vou falar do Big Bang aqui). Mas, por volta da oitava semana do período embrionário, células específicas da região da crista neural migram para região da derme (pele) e se diferenciam nos melanoblastos, e posteriormente, em melanócitos (40-50 dias)¹. Essas células são responsáveis pela produção dos grânulos de pigmento, a melanina, que é responsável pela cor da pele. Então quer dizer que uma célula, que todos nós temos, está sendo condenada? Como a ciência bem mostra, todos nós, temos melanócitos. A diferença é a quantidade de melanina que cada um de nós temos. Pessoas albinas possuem melanócito! Mas não possuem pigmento na pele, nos pelos e a retina, exceto a íris, porque essas células não conseguem produzir a melanina já que uma enzima tirosinase está ausente, um traço gênico autossômico recessivo. Pessoas negras também possuem melanócitos, que são mais ativos durante o período embrionár

Instagram