Preparativos para Paris - Bonne Année


Bonne Année!! Feliz ano novo para todas vocês. Sei que faz um bom tempo que não escrevo, mas não estou ausente das informações de beleza e do mundo fashion. Tanto que voltei de Paris a pouco tempo, isso mesmo! Pa-ris. A cidade das luzes, a cidade do amor, a cidade da moda, enfim...la cité. E como eu sei que muitas de vocês pensam em ir para lá, decidi começar o ano com  uma série de posts semanais {eu prometo!} sobre as cidades que conheci. 

Para abrir o ano com desejos, sonhos e organização. Pensei em escrever sobre a papelada para viagem. Não é difícil apenas cansativo, são pequenos detalhes e não pense em deixar um deles de fora da sua lista.

1. GUIA PARIS - Super útil esse guia da Folha de São Paulo, comprei no ano passado coisa de R$50  vem com um mapa para você destacar, dicas de compras, mapa das linhas do metrô. Tipo não quero deixar de ter de todos os lugares que visitei {eita que é um monte! HahaHA}. E com ele você pode ler sobre tudo e ajudar no eu roteiro. Para os moderninhos que não dispensam um smartphone meu marido baixou um aplicativo que ajudou muito e você ainda pode montar um roteiro com ele.

2. PASSAPORTE Confira se o seu passaporte está válido. Caso não esteja leve para a Polícia Federal junto com todos os documentos que são solicitados no site AQUI, eles não ficam com seu passaporte antigo e você faz o seu novo. Está tudo bem explicado o procedimento é rápido e a entrega do passaporte ocorre em até 7 dias. 

3. CARTÃO DE VACINA INTERNACIONAL - Poucas pessoas lembram dele mas é muito importante andar com as vacinas em dia para uma viagem internacional. Para fazer é necessário, inicialmente, ir ao posto de saúde atualizar os eu cartão. Explique que irá viajar e tome a vacina para a febre amarela. Portando a identidade e o cartão você irá a ANVISA no aeroporto de sua cidade e lá os funcionários emitiram o cartão de vacina eletrônico {o meu é bem antiguinho mas ainda é válido}, não deixe para fazer na semana da viagem.

4. PASSAGENS - Antes de comprar as passagens você deve possuir o seu passaporte em mãos. Pesquise na internet os melhores preços, condições de saída e chegada. Quando decidir a empresa compre as passagens de ida e volta com os assentos marcados para evitar qualquer tipo de aborrecimento. Veja qual o limite de peso e de malas por pessoa, na TAP são duas malas de 32 quilos e bagagem de mão com no máximo 5kg. Eu evitei ao máximo as bagagens de mãos e não levei maquiagem, nem nos saquinhos. Por que? Simples as comissárias da TAP são muito complicadas e amam implicar com brasileirAS

5. CONDUÇÃO EM PARIS - A TAP quando sai de Natal faz conexão em Lisboa e segue para o Aeroporto Orly, já a TAM vai para o Charles de Gaulle. Eu adorei ficar no de Orly porque ficava perto do Hotel que escolhemos. Ao descer em Orly compramos o ticket na máquina eletrônica chamado Orlybus, você compra com cartão é bem simples, você segue as placas.O custo é 7,50 euros por pessoa. A parada do Orlybus é só sair do aeroporto, próximo a essa máquina. Ao entrar no ônibus você valida o ticket colocando na máquina que existe na entrada do ônibus. A estação final é Denfert Rochereau {|Danfer Richô| a pronúncia}. De lá você pode pegar a linha 6 do metrô, RER B, ônibus...

6. CARTÃO NAVIGO - Esse é o GIRO parisiense com ele você roda Paris inteira (Zona 1 e 2) em qualquer veículo de transporte a semana inteira, basta carregar 19,80 euros. Como ficamos 15 dias achei maravilhoso, ficamos despreocupados com bilhetes de condução e essa coisa toda que atrasa a vida da pessoa e denuncia que você não é francês. Para fazer o cartão leve um foto 3x4 e na bilheteria solicite um NAVIGO para a semana toda, para fazer o cartão você paga um taxa e o valor da carga semanal. Você carrega na segunda e é válido até domingo. Cuidado com os ladrões nas estações de metrô de Paris. Se estiver com malas pesadas aconselho ir de táxi, porque as estações não possuem elevador e poucas possuem escada rolante. Então cuidado para não quebrar uma perna lá, acessibilidade zero.  

7. SEGURO SAÚDE - Muitos acham desnecessário mas é importante caso aconteça algo desagradável em sua viagem, e outra, se a imigração solicitar, e olhe que eles pedem mesmo, você pode mostrar com tranquilidade. Eu e meu marido fizemos esse na central de intercâmbios IE foi o mais em conta no quesito custo benefício e que abrange o Tratado de Schengen (vários países europeus).

8. ONDE FICAR - Claro que para mim Paris era para passear o dia inteiro e a noite só dormir e planejar o dia seguinte. Então meu marido vasculhou e pesquisou a internet inteira e decidiu que ficaríamos no Ibis Place d'Italie. Queridos eu adorei!!!!! Ficou super perto da estação Denfert, pegamos uma única linha de metrô para a Torre e para a Champs. Próximo a shopping center, supermercado, Mc Donalds, restaurantes...AMAY!!!! Super indico e recomendo, poucos brasileiros, então dá para praticar o francês e inglês. Porque digo isso, o Ibis Cambrone (Estação de Metrô Cambrone na Linha 6) tem tanto brasileiro que até o menu dos restaurantes é em português, essa opção é boa para quem não fala nada francês e fica em um bairro legal.  

Espero que tenham curtido as dicas e que a viagem seja maravilhosa.

Xero e um queijo

Janine França

Nenhum comentário :

Postar um comentário